domingo, 30 de janeiro de 2011

Oficina Francisco Brennand


Resgatando fotografias perdidas de um antigo passeio que fiz com minha mãe, revi as de nossa visita à Oficina Francisco Brennand, em Recife - PE.

Francisco Brennand herdou de seu pai um antigo casarão onde funcionava a Cerâmica São João da Várzea e, em 1971, começou a recontruí-la dando início à sua produção artística. Hoje, na grande construção repleta de jardins grandiosos e fantásticos funcionam, ao mesmo tempo, a oficina e o museu.


São peças belíssimas, de tamanhos variados, sempre a cerca da mesma temática, todas apresentam formas fálicas.



Para além da cerâmica, neste museu Brennand também apresenta seus trabalhos de pintura e desenho, que provocam-nos excitação e erotismo com mais veemência. São ainda mais insinuantes e provocantes.

Das salas de pintura consegui resgatar apenas uma foto (abaixo). A imagem ao lado, da galeria azul, foi reproduzida de seu site oficial.


Em 2003, ainda quando preparava suas obras para abrir a galeria ao público, Brennand falou sobre seu trabalho a Di Bonetti:

“Erotismo pressupõe fascínio excitação. Ninguém se excita com o que eu faço. Não é na minha arte de escultura que existe erotismo e sim na minha pintura. É propositada. Existe uma sutileza erótica, insinuações. Mas não na escultura. A escultura vai buscar forças primordiais e drama, o sentimento trágico do mundo, isso sim. Vai abordar as catástrofes, o horror existencial. Isso ocorre na escultura”

Nesta mesma entrevista, citou uma característica do barro (da argila) que foi estudada e defendida por Jung, teórico fundamental da Arteterapia.

“Quando faço cerâmica me desperta elementos e instintos primordiais, me viro para a pré história, para um mundo remoto, dos mitos gregos aos mitos helênicos mais antigos. Na pintura eu jamais batizei um quadro com qualquer nome ligado a mitologia, embora seja apaixonado pelo assunto, pelo sentimento trágico nele encarnado. E esse envolvimento trágico esta embutido dentro do barro que é a própria essência do homem”


Conheça outras obras de Brennand e saiba como chegar lá para, quando puder, fazer uma visita... vale a pena!!!

sábado, 29 de janeiro de 2011

Criatividade onde menos se espera...

Quem pensa que Arte, como Ensino ou Terapia, é bobagem, dá testemunho de sua falta de criatividade e perde a oportunidade de fazer coisas simples valerem a pena ou serem ainda mais saborosas... ou simplesmente, acontecerem!

Há algum tempo, andava a pé pelo centro de Belo Horizonte e, ao atravessar a rua meio ao engarrafamento de carros, deparei-me com uma fila de pedestres que iam se encaixando, um a um, no espaço entre um ônibus e um carro para, enfim, chegar ao outro lado. De repente, estava diante de um curioso fato (fenômeno) de massa: todos estão no mesmo lugar, com o mesmo objetivo, optando pela mesma solução, que aliás não era a melhor. Deparei-me ainda que eu fazia parte desse fenômeno e me encontrava naquela fila: tentando, esperando para atravessar a rua numa fila - que não era necessária ou tampouco eficaz - atrás de um monte de gente!!!

Percebi como os fenômenos nos absorvem e, na correria do dia-a-dia, não percebemos e nos deixamos ser abduzidos.

Neste caso, meu final foi feliz! Consegui perceber a tempo (antes do trânsito voltar a fluir) que outra alternativa poderia apresentar-me melhor resultado, solucionar meu problema. Por mais incrível que isso possa parecer, eu simplesmente olhei para o lado, sai da fila e passei entre dois outros carros para chegar ao outro lado da rua. Tão simples e tão raro. E ainda um bocado de gente permaneceu naquela fila inexplicável...

Inacreditável, sim! Falta CRIATIVIDADE - e quem me dera que fosse apenas no centro de BH...

Impressionante como as pessoas parecem ter preguiça de pensar, de buscar outra saída, de inovar! Simplesmente não se desenvolvem para isso... 

Voltando ao fato que me despertou para este post, observe como a criatividade nos faz falta em situações cotidianas:



Na reportagem que vi na tv, o jogador desiste e sai mancando do campo.

Bom, minha irmã me apresentou uma frase que combina bem aqui, algo assim:
"Não espere por resultados diferentes agindo da mesma maneira"

Seja criativo!


** Observação: desenvolver a criatividade, especialmente no nosso país, pode ser dificultado pela condições sociais: com fome, sem saneamento básico, saúde, e educação, é bem dificil desenvolver o sistema cognitivo, logo a criatividade. Mas isso não nos impede de tentar!!!
Eu já vi gente muito mais criativa nesses meios do que naqueles onde as condições básicas são as ideais... aiaiai...

sexta-feira, 28 de janeiro de 2011

Inspiração Espanhola

Em dias que meu coração recorda minhas descendências européias, estas duas músicas me vêm à alma!

Esta me foi indicada por um grande e querido amigo.



Esta outra, simplesmente me toca...

sábado, 22 de janeiro de 2011

Conheça Marchesa

Marchesa é a marca criada por Georgina Chapman e Keren Craig por volta de 2004. Duas designers de carreira bem estruturada da badalada New York...

Unindo arte e usabilidade, o que considero cada vez mais raro neste mundo da Moda Contemporânea e Abstrata, criam vestidos de dar água na boca...

Pra petiscar:




Conheça mais no site oficial Marchesa. Imperdível!

Branquinho de...?

Sem mais delongas...!

quarta-feira, 19 de janeiro de 2011

Grinaldas e detalhes

Flores de Tecido também ficam lindas nas Grinaldas e em diversos outros detalhes como, por exemplo, nos vestidos da noiva...

(Olha meu caderninho aí...)





Pra finalizar, esta última mais clássica e como fazer uma parecida (que dá pra colocar no cabelo ou no vestido)...






Flores como acessórios


As garrafinhas estão aí... mas agora o que não sai da minha cabeça (literalmente) são Flores! Claro que pra decoração de ambientes as naturais são bem mais charmosas. Mas para acessórios, o bacana são as artificiais que, claro, duram mais e são mais fáceis de arranjar.

Vejam algumas possibilidades de como fazer flores em tecido:

Este primeiro vídeo é em inglês, mas por ser bem ilustrado, tá facinho de entender. É uma florzinha mais simples que não deixa de ser uma gracinha...



Este segundo ensina uma flor mais complexa, que também acho linda. Dá pra aprender direitinho como se faz, só precisa ter paciência...

.



Sem radicalismo...

Defendo o minhas idéias sem radicalismo.

Acredito na Arte e na Arteterapia como viés de libertação e uma das melhores alternativas para solução de conflitos interpessoais ou sociais. Ainda assim, acredito que outros instrumentos ou terapias muito diferentes podem fazer efeitos similares em outras pessoas.

Sou Católica, mas conheço outras religiões. E também acredito que viemos à vida para elevar nosso Espírito.

Acredito que é preciso defender o Meio Ambiente, porque a Natureza é nossa mãe maior. Ainda assim, admito que saber desbravá-lo pode nos trazer outras riquezas e diferentes benefícios.

Odeio as coisas ao pé-da-letra.

Adoro perspectivas variadas...

Acredito em toda potencialidade do Ser Humano e defendo a possibilidade do erro e a capacidade de ser melhor. Ainda assim, admito que é difícil acreditar que todas a pessoas mereçam esta consideração.

Acredito que posso fazer tudo de bom que sempre sonhei. Acredito nisso com toda minha energia, mas já tive provas de que não é em todos os âmbitos (ou ambientes) que isso pode acontecer: não sou super-poderosa...

Acredito no imenso poder de se defender uma Ideologia com todo fervor. Mas desprezo o Fanatismo e toda violência que ele comporta.

Portanto, acima de tudo, acredito no Bom Senso, e nos bons frutos que nos trazem todo tipo de LIMITE!

terça-feira, 18 de janeiro de 2011

Foto na Roça

Experimentando mais um pouquinho...

A Cidade desta Arte é Ituiutaba, Minas Gerais! Fica no Triângulo Mineiro, faz bastante calor mas tem um clima de aconchego delicioso. Interiorana com ruas bem planejadas e sequencialmente enumeradas, de produção predominantemente rural. Mistura cheirinho da terra fresca e do asfalto quente! Rural e Urbana na medida certa! Calmaria e agitação fazem desta uma cidadezinha carinhosamente especial!

Aqui, a parte que mais gosto: a Roça!










Defendendo os Rios da Amazônia

Em prol do meio ambiente

Rio Xingu, onde será construída
a hidrelétrica Belo Monte


Costumo defender, aqui, tudo o que se pode fazer para enriquecer nosso Brasil - financeiramente (sim) mas especialmente, CULTURALMENTE. Já disse noutros posts que é preciso explorar com limites!

É impossivel barrar a exploração da natureza frente aos avanços tecnólogicos e capitalistas. Neste sentido, o mínimo que se deve observar são as condições ambientais que assegurem que a exploração seja, pelo menos, adequada.

A Hidrelétrica de Belo Monte coleciona discussões sobre sua relação custo-benefício. Técnicos afirmam que ela será a menos produtiva e a mais cara. Para além disso, o mais absurdo é que ela não tenha sido projetada de acordo com as definições do IBAMA e, ainda assim, esteja prestes a ser construída...

Mais absurdo ainda, é o fato de, por isso mesmo, ela ter derrubado o presidente do IBAMA que, felizmente, recusou-se a emitir a licença definitiva para a instalação da Usina.

Existe uma petição que chegará até a presidente Dilma Roussef alertando-na deste perigo.

Mais informações sobre o assunto, visite este link!

segunda-feira, 17 de janeiro de 2011

Dicas de Decô - pra cortar e pintar garrafas!

E, por falar em vidros, seguem duas dicas geniais para se trabalhar com eles, personalizando-os ainda mais!




Idéias pra decô - GARRAFAS



No tal caderninho que coleciono Dicas pro Casório, tem também dicas de decô. É que, pra ser especial, resolvi que eu mesma vou customizar boa parte da decoração da festa. Sendo assim, como minha nova mania é GARRAFA, seguem algumas dicas de como usá-las com bom gosto e delicadeza!








Esta foto é de um Chá de Lingerie que preparei para uma amiga. Na ocasião, já tava com mania de garrafa! Tenho colecionado diversas!

quinta-feira, 13 de janeiro de 2011

Estaticas in-movimento

da série Insignificâncias, por Thiago Franco Ribeiro

E, por falar em fotografia, bem, quem sou eu pra competir com as fotos do Estáticas in-Movimento ?

Na verdade minhas fotografias são pura diversão, tanto que ainda não tenho uma máquina que seja no mínimo bacana pra me divertir com este hobby e me classificar "amadora"... Infelizmente, adiquirí-la por enquanto é só sonho, e eu to lá nos primeiros passos.

Mas pra quem quer admirar um bom trabalho de fotografia, vale a pena conferir o blog do artista (fotógrafo e animador), Thiago Franco Ribeiro.

O Thigas estudou comigo na Belas e tem um trabalho original e de muito bom gosto! Além de ser um amor de pessoa! Passem !!

Paisagens, São Luis - MA











quarta-feira, 12 de janeiro de 2011

Passeio em São Luis, Maranhão

São Luís é uma cidade linda! Dentre as que eu conheço (que infelizmente ainda não são tantas) é a cidade que possui o centro histórico mais bonito que já visitei.




No entanto, é uma pena... está tudo muito mal-tratado. O centro histórico poderia concorrer aos cartões postais mais lindo do Brasil se estivesse bem preservado...


O Centro de Cultura Popular, que conta algumas das tradições afro-brasileiras e a famosa festa do Divino, é situado num casarão antigo sem uma infra-estrutura adequada para sediar tanta história interessante. A Festa do Divino ocorre em todo Brasil, mas é original da cidade de Alcantara-MA. Na ocasião, um grupo de jovens vestem os trajes de imperador e imperatriz, representando a celebração da visita de D. Pedro II e sua família, que na verdade nunca aconteceu. Segundo consta, o povoado da cidade chegou a construir dois casarões para recepcioná-los ... em vão. Saiba mais sobre essa e outras festas populares do maranhão aqui!

O último andar do Centro Cultural é o mais interessante esteticamente e, aparentemente, a mais bem projetada. São duas salas que celebram São José de Ribamar, o padroeiro do Maranhão.







Esta sala expõe a tradição dos ex-votos. Pra quem não sabe bem o que é, achei um artigo bacana sobre isso!










Esta outra sala expõe imagens sacras de São José de Ribamar.









Ao lado do Centro está o IPHAN, Intituto do Patrimonio Historico e Artistico Nacional, que estava fechado, claro, sábado! Ali perto tem também o Museu de Artes Visuais

Este museu exibe trabalhos de artistas regionais, mas achei também dois Tarsila e um Volpi! Muito legal, uma infra-estrutura bem melhor do que a do Centro Cultural. Peças de todo tamanho e uma azulejaria impressionante!!
Amei o passeio! Vale à pena!
Fica a dica...