domingo, 20 de fevereiro de 2011

Toda Criança é Especial

Taare Zameen Par é, sem dúvidas, o melhor filme que já assisti até hoje! Toda Criança é Especial é a tradução do nome do filme indiano, produzido por Aamir Khan.

A trilha sonora magnífica produzida especialmente para o filme e os efeitos especiais e de animação trouxeram-me uma história parecida com a minha. Senti por não tê-lo assistido antes...

Por isso mesmo faço questão de divulgá-lo e dizer: todos devem assistir, em especial, crianças e Arte-educadores!

O filme conta a história de uma criança com dificuldades cognitivas de aprendizagem mas com Imaginação e Criatividade incríveis! Por não ser compreendida por seus pais, não recebe o devido apoio e, assim, seu fantástico mundo mental perde forças e apaga. Até que um grande professor, arte-educador, aparece e se sensibiliza com o garoto! Aí... só assistindo pra saber o que acontece!

O filme é super dificil de conseguir. Quem consegui-lo, por favor me informe. No entanto, consegui encontrá-lo legendado no youtube. Abaixo, seguem os links para assití-lo. Precisa ter tempo (são cerca de 2h de filme) e preparar seu coração...

Uma dica: ao clicar na primeira parte, aperte play e logo em seguida pause. Então, espere carregar (a faixa translucida vermelha chegar ao fim) para assisti-lo sem interrupções. Quando for começar a assistir a primeira parte, abra a segunda parte em outra janela e faça o mesmo. Assim ela carregará enquanto você assisti à primeira parte! Da mesma maneira, faça isso com as seguintes...

Parte1, Parte2Parte3Parte4Parte5Parte6Parte7Parte8Parte9Parte10, Parte11Parte12Parte13Parte14Parte15Parte16

Para dar um gostinho, segue a parte em que o professor chega na sala pela primeira vez:



E aí, o que acharam?

Pra lavar a Alma

Há tempos quero contar uma experiência super bacana.

No último Novembro conheci um lugar fantástico: Instituto Renascer da Consciência. Fica na estrada entre Belo Horizonte e Ravena. É uma área arborizada, repleta de cristais e energia positiva. Ao chegar lá já se sente um clima de leveza no ar. Impossível não relaxar.

Estive lá com o Grupo de Encontro de Psicologia Humanista-Fenomenológica-Existencial coordenado pelo professor Walter Parreira. Chegamos na sexta à tarde e saímos no domingo. Meu quarto ficava de frente ao que eles chamam de Reino das Águas. Nada mais gostoso que durmir ao som das águas escorrendo.

Reino da Águas

Meu primeiro susto foi descobrir que o menu não incluia nenhum tipo de carne, tampouco era permitido uso de cigarros e bebidas alcóolicas. No meu caso, achei que ia morrer passando três dias sem comer carne. Ledo engano...

Menu: Feijoada Vegetariana
Experimentei uma Feijoada Vegetariana incrivel, super saborosa com carne soja e pedaços crocantes de legumes! Apaixonei-me pelo café da manhã: granola, melado e coalhada produzido lá mesmo. Descobri porque a granola, especialmente, era tão famosa...

Para completar, uma plaquinha: "Vivemos em comunidade" que queria dizer que éramos os responsáveis por cuidar de nossos pertences bem como lavar nossas louças após as refeições. Nunca lavei louça com tanto prazer!!

Pela manhã alongávamos-nos ao ar livre e puro. Pela tarde, grupo de encontro terapêutico após meditação.

Chalés para hospedagem ou salas de meditação
Interior de uma das salas de Meditação

Em alguns momentos, quando as reuniões eram mais pesadas do que eu podia suportar, sobrava-me a opção de caminhar pela natureza ou percorrer o labirinto da Consciência. Consta que percorrer o labirinto meditando sobre alguma idéia ou conflito, encontra-se soluções mais sábias!

Labirinto
Estar acompanhada de grandes amigas foi ainda mais interessante!

Enfim, voltei de alma lavada, sentindo-me leve como nunca! Vale o passeio!

Fica a dica!

sexta-feira, 11 de fevereiro de 2011

Meu pequeno Hortelã...

Comprei hortelã pra fazer suco de melancia. Como sempre, nunca uso o hortelã todo... Resultado: deixei desidratar e acabou virando um charmoso sachê pro banheiro:


 O cheirinho é bem leve, o charminho é maior!


Enfim, resolvi comprar um vasinho e plantar uma mudinha de hortelã. Assim tiro poucas folhinhas pro suco sempre que precisar. Aproveitei e comprei semente de majericão e lavanda também, pra cozinhar e ter sempre um cheirinho alegrando o ambiente!



Acima de tudo, plantar qualquer plantinha fazer um super bem pra alma!

Quando aparecer as folhinhas eu mostro!

Flores Bellas... belíssimas!

Hoje conheci a Floresbella que tem umas flores maravilhoooosas de tecido! Fiquei apaixonada com as que vi...


Flores no visual são o máximo! Personalizam roupas, bolsas, acessórios, mas o melhor -  para mim - é quando enfeitam a cabeça... Uma dica bem feminina, mas tem que ter a cara de quem veste ou pode parecer carnaval... A Floresbella tem um mooonte de opções!

Nada mais charmoso e delicado, inclusive para noivas e daminhas!
Vale a pena conhecer! O preço também é super bacana!

terça-feira, 8 de fevereiro de 2011

Dica 3 em 1 !

Como legítima fã de Caixinhas que sou, não pude deixar de mostrar essa ...

Procurando caixas de papelão para encaixotar a mudança, eis que me deparei com lindas bandejinhas de Lichia e de Figos:


Claro que não as deixei para tras... e olha o que uma delas virou:



É que eu bem sei que quanto mais caixinha tenho, mais a mania aumenta. E olha como ficou simpática!


Portanto, reutilizar Caixinha de Papelão tornou-se uma idéia 3 em 1:

  • Ecologicamente correto
  • Organiza pequenezas
  • Além de ser um charminho pra decorar com personalidade!

sábado, 5 de fevereiro de 2011

Experiência Auto-atualizadora

Durante a semana que se passou, fui presenteada pelo "acaso".

Esta história eu explicarei melhor nos próximos posts que estou preparando com maior dedicação. No entanto, para que compreendam o motivo, ou melhor, o estímulo que despertou este post, segue uma breve introdução:

 Passei uma semana respirando Arte numa querida Escola, onde cursei o Ensino Fundamental, Coeducar. A Coeducar esteve, durante 2010, construindo sua nova sede, e durante essa semana, eu estive colaborando, assim como outros integrantes do grupo docente e dicente, a colocar a sede "nos trinques" para que a aula realmente pudesse ter início na próxima segunda-feira. Nesta ocasião encontrei antigos professores e funcionários, pelos quais guardo imenso carinho! Além de "colocar a mão na massa" a semana também me propiciou novos contatos e troca de figurinhas geniais com pessoas que admiro desde a minha infância.

Enfim, a partir deste reencontro, revivi idéias e ideologias que fizeram de mim, o que sou hoje. E, num destes bate-papos, recordei-me do filme Ponto de Mutação (do livro de Fritjof Capra, publicado na década de 1980), cujos trechos que se referem à Teoria Sistêmica e à Abordagem Holística seguem abaixo.





{Antes de prosseguir, abro um pequeno parentese sobre a teoria de Descartes. Há algum tempo fui alertada pelo professor Celso Falaschi  - orientador da minha Monografia de Arteterapia - de que na Europa muitos autores têm pesquisado e escrito novas teses que afirmam que Descartes foi, na verdade, mal interpretado e jamais pregou, de fato, a separação mente-corpo. Enquanto não tomo maior conhecimento sobre estes estudos apenas me abstenho de citar a expressão "Pensamento Cartesiano" para referir à dualidade mente-corpo. Fecho o parentese, destacando este alerta.}

A Coeducar  "ensina e educa" considerando esta integração homem-natureza e sua interdependência, e valoriza o potencial criativo, a criatividade, que é o que tenho respeitado e procurado aplicar na minha vida pessoal e profissional.

Magui, uma mulher que também pensa e age sistemicamente, ou seja, nesta perspectiva  integradora, trabalha com projetos no Sitio Sertãozinho, em Moeda - MG, e publicou no Oráculo do Pão:

Disciplina:
Quando aceitamos e nos submetemos à ordem natural do universo nos deixamos fluir, nos conectamos à sabedoria e abrimos nossa mente e nosso coração ao aprendizado.


Integro à minha experiência  o que Carl Rogers, teórico da Psicologia Humanista, define como Tendência Auto-atualizadora. Rogers acredita que cada ser humano carrega em si um impulso em direção a sermos sempre melhores, mais capazes, mais competentes. Eu acredito, portanto, que quando nós estamos conscientes disso e aceitamos esta tendência natural, abrimos portas muito maiores que nos apresentam oportunidades e caminhos congruentes  nesta busca.

Portanto, acredito que esta minha experiência na Coeducar tenha sido uma oportunidade para minha auto-atualização, o que será melhor compreendido nos posts que virão a seguir.

Acompanhe!

terça-feira, 1 de fevereiro de 2011

Olha quem fez arte hoje...

Aos 90 anos, D. Lica, minha vozinha, começa a se divertir com arte...

O olhar, às vezes longínquo, ainda brilha e faz brilhar...
A memória, um tanto perdida, traz, através das tintas, emoções únicas!
Gestos, ainda que trêmulos, permitem desenhar formas, misturar cores, apertar, amassar...

Assim, o exercício artístico libera tensões e dá sentindo ao tempo que, por vezes, simplesmente passa...